ASAS OU MÃOS?

Ao contemplar o voo dos pássaros,

podemos admirar as acrobacias ou

invejar a possibilidade de voar.

 

As asas que utilizam o ar como suporte

também cobrem o corpo quando chove,

servindo de telhado e de abrigo.

 

Ah! Se pudéssemos voar,

viajar por sobre as cabeças humanas,

e pousar nos ramos das árvores…

 

Porém, nossos corpos são tão pesados

quanto os problemas que criamos

em nossas mentes ‘inteligentes’…

 

admiramos o que não temos e

esquecemos do privilégio

de ter braços, mãos e dedos.

 

Esquecemos da preciosa ferramenta

que máquina alguma substitui

em sensibilidade e em habilidade.

 

Com braços, mãos e dedos,

acariciamos, colhemos alimentos

e construímos nossas casas.

 

Sem braços, mãos e dedos,

o pássaro depende do bico

para tecer, construir ou se defender.

 

Um só bico e não duas mãos.

Sem polegar opositor e com

um olho em cada lado da cabeça.

 

Com o mesmo bico que canta,

o pássaro esgravata o chão,

caça, come e constrói o ninho.

 

O bico que alimenta os filhotes

é o mesmo que retira as fezes

para manter a casa limpa…

 

Com o bico, os pássaros

limpam a pele e o ninho,

únicos abrigos e hospedaria.

 

Usam as asas para voar,

cobrir o corpo na chuva ou

se proteger contra o frio.

 

Abrigam apenas a si mesmos,

sem chances de hospedar

companheiros ou namorados.

 

Pássaros e humanos,

com corpos tão diferentes,

pensam as mesmas coisas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.