O TEMPO DA VIDA

A vida tem o tamanho dela

e não o tamanho que eu quero:

é aquele tanto… e só.

 

Posso ter alguns amigos,

mas não todos os que gostaria de ter.

 

Muitas pessoas vivem ao meu redor,

mas só consigo conversar com algumas;

não dá tempo de conversar com todas.

 

São tantas as palavras

a serem ditas a tantas pessoas,

mas o tempo da vida

só me permite que diga algumas;

aquelas possíveis.

 

O dia tem esse tanto… e não mais.

Só posso fazer o que cabe no dia…

o resto ficará por fazer.

 

Cabe na vida, a vida que eu levo;

o resto será, para sempre,

sonho e vontade de viver.

 

São poucas as árvores

que consigo plantar em uma vida;

o resto ficará na semente,

esperando por nascer…

 

As palavras escritas são

o tanto que consigo escrever

e não todas as desejadas.

Nem todas as poesias,

nem todas as prosas

que nascem em minha mente

serão escritas… somente serão

as que couberem na vida.

 

Nem todo amor que posso será amado;

só um tantinho assim… não dá tempo…

o resto ficará na esperança de amar.

 

Impossível ler todos os livros,

ver todos os filmes,

viajar todas as viagens…

 

Por mais que eu queira

responsabilizar o tempo,

a escolha será sempre minha:

o quanto eu sonho,

quantos sonhos realizo,

o que desejo viver,

o que de fato vivo…

 

Tudo são escolhas…

dentre infinitas possibilidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.