INDIVIDUALIDADE COMPARTILHADA

Sozinhos, podemos fazer algumas coisas.

Para fazer outras, precisamos de ajuda…

 

Para realizar nossos projetos

diante das dificuldades naturais,

dependemos de nossas forças,

de colaborações alheias e

de permissão de circunvizinhos.

 

Apesar de tudo e apesar de todos,

das diferentes ideias e pretensões,

um dia, nascemos sem ter escolhido nascer e

iniciamos nossa luta pela sobrevivência individual.

 

Luta contínua, enquanto estivermos vivos.

 

Compartilhamos alguns trechos dessa viagem

com outras pessoas, por um tempo.

Depois, as pessoas mudam,

mudamos para várias moradias,

os filhos crescem e deixam o ninho,

os parentes mais velhos vão morrendo

e, mais uma vez, um dia, estaremos sós.

 

Por isso, o importante é pensar em si,

construir espaços, reservar recursos,

abrir mão de umas amizades e cultivar outras,

nos preparando para a velhice com autonomia.

 

A vida é longa e é breve.

Pode ser fecunda ou vazia.

 

Quem nasceu, um dia, morre,

e ninguém mais pode ajudar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.